Buddhist Zen Tale 2. Conto Zen Budista 2. Cuento Zen Budista 2.

Before reading, please say OM (pronounced AUM). Antes de ler, por favor diga o OM (pronuncia-se AUM). Antes de leer, por favor di el OM (pronunciado AUM).

Content available in English, Portuguese and Spanish. Conteúdo disponível em Inglês, Português e Espanhol. Contenido disponible en Inglés, Portugués y Español.

 

A cup of Tea

Nan-In, a Japanese master during the Meiji era (1868-1912), received a university professor who came to ask him about Zen. The teacher began a long intellectual speech about his doubts. Nan-In, meanwhile, served the tea. He completely filled the cup of his visitor, and continued to fill it, pouring tea over the edge.

The teacher, seeing the excess spilling, could no longer contain himself and said:

“It’s too full, no more tea!”

“Like this cup,” Nan-in said, “you’re full of your own opinions and speculations. How can I show you Zen without you first emptying your cup?”

OM SAI RAM


 

Uma xícara de Chá

Nan-In, um mestre japonês durante a era Meiji (1868-1912), recebeu um professor de universidade que veio lhe perguntar sobre o Zen. O professor iniciou um longo discurso intelectual sobre suas dúvidas. Nan-In, enquanto isso, serviu o chá. Ele encheu completamente a xícara de seu visitante, e continuou a enchê-la, derramando chá pela borda.

O professor, vendo o excesso se derramando, não pode mais se conter e disse:

“Está muito cheio. Não cabe mais chá!”

“Como esta xícara,” Nan-in disse, “você está cheio de suas próprias opiniões e especulações. Como posso eu lhe demonstrar o Zen sem você primeiro esvaziar sua xícara?”

OM SAI RAM


 

Una taza de Té

Nan-in, un maestro japonés durante la era Meiji (1868-1912), recibió un profesor universitario que llegó a preguntarle sobre el Zen. El profesor comenzó un largo discurso intelectual sobre sus dudas. Nan-in, por su parte, sirvió té. Se llenó por completo la taza de su visitante, y continuó a llenarlo, derramando el té por la borda.

El profesor, al ver el exceso de té, ya no pudo contenerse y dijo:

“Está muy lleno. ¡No se puede llenar más!”

“Al igual que esta taza”, dijo Nan-in “estás lleno de tus propias opiniones y especulaciones. ¿Cómo puedo mostrarte el Zen a menos que primero vacía tu taza?”

OM SAI RAM

Comments are closed.

Create a website or blog at WordPress.com

Up ↑

%d bloggers like this: